Magia Rubro Negra


O CLÁSSICO DOS MILHÕES! Uma crônica não-linear de Conrad Rose by fholanda
19/09/2009, 17:09
Filed under: Colunas

BUJICA

Esta semana uma nova onda na crônica esportiva carioca e, consequentemente, nas ruas do Rio. O confronto entre cruzmaltinos e rubro-negros pelo poder nas arquibancadas virou até capa de jornal.

A autenticidade do Vasco da Gama em assumir tal postura é, como a história o construiu, corajosa. Ademais, porque joga de véspera e sem Eurico pra embargar o borderô.

A criatividade da imprensa – fatídica ou fictícia, mostra-nos a escola poética que ela carrega. Entretanto, excetuando os estudiosos e os espontâneos, há ditos comunicadores, até com exímia redação, que se fazem operários da bola. Entopem a boca com palavras que cataram, filosofam e providenciam piadas feito essa. Pior(!), pois esses sábios ensinam os burros, que transportam nos lombos os factóides.

O Vasco vai lotar, vai dar JN. Ponto. O Flamengo vai replicar, vai dar Fantástico. Ponto.

Segunda, no almoço Globo Esporte de todos, independentemente dos resultados, será o ressurgimento popular do futebol carioca. Tudo bem, ótimo, tranquilo. E muito bonito.

Mas e o Botafogo(?), cambaleando e confinado no Longenhão? – termo ouvido de um cascudo residente no bairro homônimo e que viu Garrincha jogar. E o ululante Fluminense? Até a representativa imprensa carioca resolveu deixá-los a sós por ora?

Embora ficcionista, relacionei-me além da conta com o Flamengo pois estou como co-autor na biografia do ex-presidente Gilberto Cardoso. E na pesquisa da obra, deparei-me com uma riqueza cultural na crônica esportiva e uma irmandade entre os quatro grandes do Rio que infelizmente morreram. Por questão ética, social, política? Talvez. Ou se pode creditar apenas ao destino? Outra chance: por que a imprensa d’ outrora era mais fictícia e menos fatídica, preterindo a filosofia em prol da poética?

Ainda cravo na última. A velocidade da informação e o canibalismo do mercado de trabalho fizeram com que a busca desesperada por novos fatos, relevantes ou não, ganhasse mais importância que a riqueza do conteúdo. Sumiram as figuras de linguagem dando lugar a manchetes e trocadilhos infames. Para mim, isso denomina-se empobrecimento – cultural e intelectual, tanto que os paparazzi compreendem uma grande fatia crônica atual.

Por tudo isso. Esse estratagema – ou marola carioca – soa-me como uma piada pronta, tal qual aquela de muito longe, antes mesmo de existir o Maracanã, quando o Jornal do Brasil investiu numa campanha para saber qual o mais querido clube futebolístico da então capital federal.

Os vascaínos defendem até hoje a versão na qual flamenguistas se disfarçaram de patrícios e roubaram-lhes as urnas. Nos autos, deu Flamengo.

Assim, nessa ocasião, alerto ao coirmão cruzmaltino de origem lusitana, que pagou metade pelo ingresso e irá ao Maracanã: se comprou pares de ingressos, principalmente muitos deles, convide os vizinhos ou amigos mas peço que evite ficar passando, por si só,  todos eles pela catraca. Vem gente de Campinas ver o jogo e isso vai dar tumulto.

No mais, o Maraca precisa de todos e todos precisamos da poética ao tratar de assuntos metafísicos como o futebol.

Conrad Rose

Conrad Rose além de ser colaborador do Magia Rubro Negra é escritor ficcionista, 38 anos, foi publicado pela primeira vez em outubro de 2004, no Jornal de Jundiaí, embora desde 2003 sobreviva de Literatura através de oficinas de conto e crônica, com as quais percorre o sul e o sudeste brasileiros.

Em 2007, extrapolou a ficção pois iniciou a pesquisa e a produção da biografia de Gilberto Cardoso, conceituado médico que presidiu o Clube de Regatas do Flamengo de 1951 a 1955 e hoje empresta seu nome ao Ginásio do Maracanãzinho.

Clipping: www.conradrose.multiply.com
MSN: conradrose@hotmail.com

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

Perfeito Conrad,

Precisa aparecer mais vezes no Magia, não tenho o menor receio em afirmar que essa leitura tornou me início de noite muito mais agradável, a forma que os jornais e sites das grandes empresas caminham, nunca mais haverá espaço para um Nelson Rodrigues sobre o Flu ou um Mário Filho sobre o Mengo.

Salve o Magia, o Urublo, a FlamengoNet e todos os outros canais rubro negros da grande rede,

SRN,

Magia Neles!
fabio@magiarubronegra.com.br

Comentário por fabiojustino

adorei o magia vou estar sempre vendo as novidades vcs estão de parabens!!!! e magia neles…

Comentário por celio

Salve, salve.. primeiro agradeço os comentários e reitero a honra de participar deste renomado espaço… mas algo além disso me leva a escrever…

Sábado, a Globo interrompeu a partida entre Bragantino e Vasco – chuva de granizo – e foi patético ver o Luis Carlos Júnior, para mim o melhor locutor da televisão brasileira, desculpar-se e anunciar a ilustre escolha para a sequência da programação do canal: Bambi 2.
Piadas prontas de lado, após as gargalhadas eu me questionei sobre como eu agiria, fosse o Flamengo. De súbito, veio-me iniciar uma campanha para a demissão com justa causa do responsável. Depois, acompanhar a carreira do dito para vigiar e inibir a possibilidade de ele voltar a assumir tal responsabilidade em outra emissora ou outra mídia. Só para crivar a máxima de que prevenir é melhor que remediar.
Porém, o que venho gritar é que houve um total desrespeito ao torcedor. Quem assiste futebol não se encanta com Bambi, nem Mickey, Pateta ou Pluto. E oportunidades de contextualizar não faltaram. Houve treino de Fórmula I na madrugada anterior e o Rio, na véspera, foi eleito para sediar as Olimpíadas de 2016.
Portanto, deixo aqui as minhas condolências aos cruzmaltinos e espero com isso gerar alguma reflexão acerca da nossa impropriedade sobre a televisão, que faz do telespectador o que bem quer, mesmo aquelas redes ditas de primeiro mundo.

Comentário por Conrad Rose




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: