Magia Rubro Negra


JOGOS INESQUECÍVEIS (13) – POR FÁBIO JUSTINO by @fabiojustino
30/10/2009, 12:52
Filed under: Colunas

MAGIA RUBRO NEGRA - Jogos Inesqueciveis

 

Bandeira

Pensando em um Flamengo x Santos inesquecível, ia falar – é claro – da decisão de 1983 porém lembrei de um jogo que me marcou mais. Abaixo o relato:

Corria o ano de 82 e tínhamos no campeonato brasileiro 2 supertimes: Flamengo Campeão Mundial de 81, Libertadores 81, Carioca 81 e Grêmio Campeão Brasileiro de 81.

Estes 2 times estavam nas quartas de finais e apesar do favoritismo, a imprensa paulista só falava de Santos, Corinthians , São Paulo e Guarani, afirmando que teriam uma decisão regional , no caso paulista, fato que até então nunca havia acontecido.

O que esta imprensa não lembrou, ou ignorou propositalmente, é que os dois campeões também estavam lá e nosso Mengão iria encarar o Santos do conhecido goleiro Marola (vocês verão o porquê do nome).

O primeiro jogo foi no Maraca e o Mengão ganhou de 2 x 1  e fomos para o 2º jogo no Morumbi,  só precisando do empate.

O jogo corria solto e o Santos fez 1 x 0 , placar que o classificava, e à partir deste momento começou a maior cera que já vi em um jogo de futebol. Era jogadores se atirando no chão, era gandula que desapareccia, era bola que não voltava das arquibancadas, era demora na cobrança de faltas e escanteios e o tal goleirinho Marola fazendo jus ao seu nome: para bater um tiro de meta ele levava uns 2 minutos enrolando, ajeitando bola, reclamando com a zaga , com o juiz, tudo menos colocar a bola em jogo.

Isso foi uma constante e eu já imaginava que o juiz deveria dar uns 10 minutos de acréscimo, quuando, no fim do 2º tempo nosso Zico empatou o jogo. O desespero tomou conta do time do Santos que passou a correr como loucos e aí
foi a vez do Mengão fazer cera e Marola reclamar constantemente.

O melhor está para vir: Aos 45 minutos do segundo tempo, quando todos esperavam qual seria o acréscimo, o juiz encerrou o jogo e ao ser cercado por Marola , o principal fazedor de cera, o juiz olhou para ele , deu uma risada e disse: Tá encerrado. Não há acréscimo.

Sensacional, o juiz percebeu toda a mutreta que o Santos estava fazendo e resolveu fazer justiça.

Inesquecível a cara de tacho do Marola.

Marco Quintanilha é Diretor da Fla Recife e colaborou com o MAGIA RUBRO NEGRA relatando seu Flamengo x Santos inesquecível. Faça como ele, escreva para fabio@magiarubronegra.com.br

MAGIA NELES!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
FALE COM A GENTEfabio@magiarubronegra.com.br

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

isso é Flamengo porra…

Comentário por Aleksander

O primeiro jogo que foi 2×1 para o Fla foi inesquecível para mim, pois na época a Globo passava o tape do jogo na madrugada. Como tinha apenas oito anos não consegui ficar acordado para ouvir o jogo, mas acordei de madrugada para ver o jogo, pois meu pai estava acordado vendo. Nenhum dos dois sabia o resultado da partida e para nós aquele jogo estava sendo “ao vivo”. Quando o Flamengo fez o gol da vitória aos 45 do segundo tempo, com o zagueiro Marinho, começamos a berrar acordando o resto da casa e os vizinho que não devem ter entendido nada, pois já era madrugada e só naquela altura ficamos sabendo do feito do Mengão. No jogo da volta o Galinho nos salvou aos 37 da segunta etapa e nos pôs na semifinal. Que época maravilhosa!!!!
o vídeo do 1º jogo está nesse link
http://flamuseu.blogspot.com/2009/04/virada-no-ultimo-minuto.html

Comentário por Marcelo Espíndola

E é meu primo. ahuahuaha

Comentário por Marcos Mangin




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: