Magia Rubro Negra


TESOUROS DO MAGIA – POR FABRÍCIO MOHAUPT E ANDRÉ COSTA by fabriciomohaupt
23/12/2009, 11:50
Filed under: Colunas, Tesouros do Magia

O Tesouros do Magia é uma coluna criada para homenagear aqueles que fazem parte da história da nossa imensa Nação Rubro-Negra. Desta vez, vamos falar de um dos nossos maiores ídolos, que marcou seu nome como jogador e, agora, como treinador nos corações e mentes de todos os cidadãos rubro-negros. Nosso Tesouro tem nome: Jorge Luís Andrade da Silva, mais conhecido como Andrade, o nosso “velho” Tromba.

Ele nasceu em Juiz de Fora, no dia 21 de abril de 1957. Seu primeiro jogo pelo Flamengo foi em 1976 contra a Seleção Brasileira, partida que vencemos por 2 a 0. Porém, foi emprestado ao ULA Mérida para ganhar experiência por dois anos. Voltou à Gávea em 1978 como um ilustre desconhecido para se tornar um Titular inconteste por conta de sua grande técnica, excelente visão de jogo e precisos lançamentos. Fez parte de um dos melhores meios-de-campo da história do futebol, com Adílio e Zico. Participou da gloriosa geração que conquistou o Mundo na década de 80. Jogou 569 partidas e marcou 28 golos, inclusive o sexto gol quando devolvemos os 6 a 0 à cachorrada em 1981.

Entre seus títulos, como jogador, pelo Mengão, estão: os Campeonatos Brasileiros de 1980, de 1982, de 1983 e de 1987; as Taças Guanabara de 1979, de 1980, de 1981, de 1982, de 1984 e de 1988; as Taças Rio de 1983, de 1985 e de 1986; os Campeonatos Cariocas de 1979, de 1979 (Especial), de 1981 e de 1986; a Taça Libertadores da América de 1981; o Mundial Interclubes de 1981; e os Troféus Ramón de Carranza de 1979 e de 1980. Agora, como treinador, trouxe, depois de dezessete anos, a sexta Taça de Campeão Brasileiro, o nosso tão sonhado e esperado Hexa, para a Gávea, a capital da nossa Nação.

Andrade assumiu o comando do futebol de forma interina e, cercado de dúvidas, foi conquistando pontos importantes e foi finalmente efetivado como treinador. Seu aproveitamento levou o Flamengo da décima quarta colocação à primeira. Questionado por sua inexperiência, respondeu como nos tempos de jogador: com raça, personalidade e trabalho. Conseguiu fazer daquele grupo de jogadores uma equipe unida e focada no objetivo maior. Sempre com a sabedoria e a humildade que marcaram sua geração, justo aquela que mais glórias conquistou. Uma lição que deveria ser aprendida pelas gerações seguintes.

O nosso eterno camisa seis, aquele do sexto gol dos 6 a 0 sobre a cachorrada, trouxe o nosso sexto título. Poderia pegar estes números e formar um 666 e dizer que o cara é infernal, mas prefiro virar de cabeça para baixo e formar um 999, número do ouro, pois o Tromba é, sem sombra de dúvida, um dos maiores Tesouros do nosso amado Flamengo.

Se quiserem ver a bela arte do André em tamanho maior, cliquem aqui.

MAGIA NELES!!!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
andre@magiarubronegra.com.br
fabricio@magiarubronegra.com.br

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: