Magia Rubro Negra


A salvação dos Rodrigues – Por Nívea Richa by nivinhafla
27/03/2010, 11:14
Filed under: Colunas

Ele nasceu no dia 3 de junho de 1908, em Recife. Veio para o Rio de Janeiro com 8 anos, em 1916 e nunca mais saiu. Jornalista esportivo e irmão do tricolor Nelson Rodrigues. Estou falando do jornalista Mário Rodrigues Filho.

Mário Filho fundou em 1931 o “Mundo Esportivo”, o primeiro jornal de esportes do país. Em 1936, compra o “Jornal dos Sports” e o dirige por mais de vinte anos.

Nascido em uma família de tricolores, Mário Filho dizia ter torcido para o Fluminense só até 1928 e depois passou a torcer somente para as seleções brasileira e carioca. Mas não era bem assim. Algumas atitudes de Mário revelava seu time de coração. Citarei duas em que li em “O Anjo Pornográfico”, de Ruy Castro. As duas passagens se passaram ao lado de seu neto, também Mário, mas tricolor.

A primeira foi em um Flamengo x Botafogo em 1955. Quando o Flamengo fez 1×0, o gol que decretaria sua vitória, Mário Filho pulou da cadeira para comemorar. Depois viu o que fez, sentou o resto do jogo, ficou quieto, mas bem feliz.

A segunda, foi num Fla x Flu de 1959. Mário Neto pediu para comprar uma bandeira do Fluminense. Mário Filho comprou duas, uma do Fluminense e outra do Flamengo, mas com um detalhe. A bandeira do Flamengo era o dobro do tamanho. O Flamengo perdeu o jogo por 2×0 e Mário filho, triste, não deixou Mário Neto balançar a bandeira do Flu pela janela do carro.

Infelizmente, em 17 de setembro de 1966, um infarto levou Mário Filho aos 58 anos.

Após sua morte, o locutor Waldir Amaral teve a ideia de trocar o nome do “Estádio Municipal do Maracanã” para “Estádio Mário Filho”, o que foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa.

Para finalizar, colocarei abaixo uma das muitas publicações de Mário Filho, também retirada do livro de Ruy Castro:

“Por que o Flamengo se tornou o clube mais amado do Brasil? Porque o Flamengo se deixa amar à vontade. Não impõe restrições a quem o ama. Aceita o amor do príncipe e do mendigo e se orgulha de um e de outro. Se um flamengo matasse pelo flamengo, seria um herói; se morresse por ele, um mártir ou um santo. O Flamengo nunca se envergonhou de nenhum jogador que lhe vestisse a camisa.”

Nelson Rodrigues e Mário Filho

 

MAGIA NELES!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
nivea@magiarubronegra.com.br
twitter: @NivinhaFla

Anúncios

4 Comentários so far
Deixe um comentário

QUEM NÃO É FLAMENGO, ODEIA O FLAMENGO, OU NÃO TEM TIME!!!!!!! KKKKK
EXISTE SOMENTE 2 TORCIDAS: FLAMENGO OU ANTIFLAMENGO!!!!!!
ELE ERA MENGÃOOOOO

Comentário por PEDRO HENRIQUE- NITERÓI- FONSECA

Aumento o meu orgulho de ser Rubro-Negro e ter o nome de Rodrigo Rodrigues! heheheheh!

Comentário por Riggsyinthahous

Parabéns!!
Lindo!!!!!
Amo o Flamengo!

Comentário por livinhojcs

Mario filho
ele era o cara
um super escritor
um super jornalista
um super cara.

Comentário por Fred Albano




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: