Magia Rubro Negra


Acabou o amadorismo – Por Claudia Simas by nivinhafla
16/06/2010, 15:16
Filed under: Colunas

Enquanto o mundo mantém fixos seus olhos exclusivamente nas sedes da Copa do Mundo da África do Sul, os corações rubro-negros voltam suas atenções para o nosso próprio cantinho.

Nesta semana começa a gestão de Artur Antunes Coimbra à frente do Futebol Rubro-Negro. A Nação ainda está eufórica, em total estado de graça com a volta do Galinho, inclusive eu mesma, mas todos sabemos que sua missão não vai ser fácil. Porque nada no Flamengo é fácil. A torcida – pelo menos a minha – é pela unidade acima de tudo. Pelo respeito ao que Zico representou e representa para o Mengão.

Nestes primeiros dias de trabalho, ele já demonstrou que pretende conduzir a gestão na conversa, ou melhor, usar o diálogo como sua principal ferramenta de trabalho. Chegou conversando muito com jogadores, comissão técnica e com a imprensa. Deu a entender que Rogério fica e que os contratos devem e irão ser cumpridos. Pretende, além de um segundo nome forte para gerenciar o futebol ao seu lado, priorizar o ataque do time na reposição do elenco.

A palavra de ordem é postura. “Para estar no Flamengo, tem que querer jogar”, diz o Galo ao exaltar a dedicação de Vagner Love para permanecer no Clube. O discurso é de profissionalismo total. Para trabalhar com ele tem que querer atuar no Mengão e cumprir os compromissos com o clubes.

Simples, não? Não é assim no nosso dia a dia? Temos que cumprir os horários e honrar os termos do contrato de trabalho que assinamos. Precisamos “vestir a camisa” da empresa onde trabalhamos. Não só mostrar serviço, mas é mostrar total devoção ao nossos clientes, chefes e companheiros de trabalho. De outra forma, tchau. A porta da rua é cortesia da casa para qualquer um pobre mortal.

Nenhum trabalho é fácil e ser jogador de futebol no Flamengo é muito mais do que um sonho um pessoal: reflete no amor de toda uma Nação. Como dizem web afora: não é para fracos.

Não vejo grandes prejuízos em acirrar um pouco a disciplina. E acho que não vai demorar muito tempo para que alguns comportamentos comecem a ser tratados com o devido rigor. Uma coisa é um jogador despontar como liderança. Outra coisa é o jogador achar que é o dono da bola, irritar-se e fazer birrinha com tudo e com todos e querer ser respeitados por mandos e desmandos. Se eu me chamasse Bruno, eu abriria meus olhos e fecharia minha boca.

MAGIA NELES!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
claudiasimas@gmail.com
twitter: @tudoemsimas

Anúncios

3 Comentários so far
Deixe um comentário

salve zico!! viva a ordem!! Rumo ao hepta!!

galera do magia ai vai meu blgo sobre esportes:
http://www.leandrosaudino.blogspot.com

Comentário por leandro

Bom dia!!!!

otimo texto..Wagner Love e um exemplo de amor ao manto sagrado do mengão…espero que ele continue..

Galinhoo voltou para nossa alegria…

Estamos em mês de copa do mundo..mais jamais esquecemos do nosso mengão..

Uma vez Flamengo..sempre Flamengo..

Antenas ligadas para novas informações
a Nova era começou…o galinhooo voltou

saudações rubro negra

Comentário por Aline Belarmino

[…] Nota: Publicado originalmente no Magia Rubro Negra. […]

Pingback por Acabou o Amadorismo « Flamenguice, Pura e Aplicada




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: