Magia Rubro Negra


A HISTÓRIA DOS MANTOS – POR NÍVEA RICHA by nivinhafla
23/06/2010, 12:27
Filed under: Colunas, Fla Memória, Máquina do Magia no Tempo

No meu texto anterior, mostrei alguns dos meus mantos e contei a sensação de vesti-los. Hoje vou contar um pouco sobre a história dos mantos do clube.

Todos sabem que a primeira camisa foi azul e dourada, mas quando ainda éramos só remo. Devido ao sol e a salinidade da água do mar, que faziam com que desbotasse com facilidade, mudou-se para o tradicional vermelho e preto.

Quando o futebol foi criado, impuseram uma condição: as cores do uniforme do futebol podiam ser iguais as do remo, mas a camisa teria que ser diferente. Assim, no lugar das listras, o Flamengo entrou em campo com uma camisa com quadrados grandes pretos e vermelhos. O povo a chamou de “papagaio de vintém”, lembrando as pipas de papel.

Camisa "papagaio de vintém" - Foto: Fla Estatística

O clube não foi campeão nem em 1912, nem em 1913. Resolveram aposentar a “papagaio de vintém” e colocar as tradicionais listras rubro-negras, mas com uma listra branca entre elas, para continuar diferenciando da camisa do remo. Mais uma vez a apelidaram. Dessa vez de “cobra-coral”. Com ela, o Flamengo foi bicampeão carioca (1914-1915).

Camisa "cobra-coral" - Foto: Fla Estatística

Mas veio outro problema, estávamos em plena Primeira Guerra Mundial e a nossa camisa lembrava a bandeira da Alemanha. Devido a isso, os uniformes foram enfim unificados.

Já a camisa branca, considerada o segundo uniforme, foi uma sugestão do técnico Dori Krueschner, para ser usada em jogos noturnos e para diferenciar nossos jogadores quando fossem jogar com outro time rubro-negro. Este segundo uniforme é uma camisa branca com faixa horizontal vermelha e preta no meio. Exceto de 1980 a 1993 e do segundo semestre de 2007 até o primeiro semestre de 2009, quando esta camisa era toda branca com detalhes nos braços e ombros em vermelho e preto. Aliás, o Mundial de 1981 foi conquistado com essa camisa.

Tivemos também terceiro uniforme, como o todo preto com detalhes vermelhos nas laterais e ombros (1999-2000); todo vermelho com frisos pretos nas laterais e ombros (2000-2001); azul escuro com listras pretas, vermelhas e amarelas (esse não foi utilizado em nenhum jogo oficial); e o atual, de listras amarelas e azuis, em homenagem as primeiras cores do clube (2010).

Espero que tenham gostado de saber um pouquinho da história dos mantos, e para quem já conhecia, relembrar um pouco.

FONTES:

Flamengo – O vermelho e o negro (Ruy Castro)

Flapédia

Fla Estatística

MAGIA NELES!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
nivea@magiarubronegra.com.br
twitter: @NivinhaFla

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Boa! A história do Flamengo sempre deve ser contada… e recontada…. parabéns!!!

Comentário por Bruno Nin

Excelente texto!
sempre bom aprender sobre a história do clube mais querido do mundo!

Comentário por felipe godinho




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: