Magia Rubro Negra


Um mínimo de dignidade by vivimariano
05/12/2010, 3:04
Filed under: Colunas

É, rubro-negros e rubro-negras, depois do último ato desse domingo, a cortina do Brasileiro vai fechar em 2010. Nesse palco nem coadjuvantes fomos, fizemos uma pontinha, daquelas em que se tem uma fala: “Pois não” ou “Bata-me nessa face e eu ofereço a outra”. Para quem está acostumado ao papel principal, como a interpretação premiada em 2009, tratou-se de uma pífia e acanhadíssima atuação. O público se surpreendeu com um elenco de canastrões entrando em cena para representar o Flamengo. Texto mal decorado, posições fora das marcações de palco, figurino sofrível, iluminação esmaecida, uma performance muito ruim. Pareciam novatos que sequer ensaiaram antes de começar o espetáculo.

Agora, no final, ao invés dos aplausos de pé da temporada passada, vaias estridentes. E a corrida envergonhada para o camarim encontrou uma porta sem as sete estrelas. Aliás, sem qualquer estrela. Onde, entre a coxia e a entrada em cena, ficou o verdadeiro Flamengo ? Em que lugar empoeirado esconderam a imponência das prima-donas ? A companhia perdeu astros de primeira grandeza, é verdade. Contudo, o principal motivo do insucesso foi a ausência de direção. A diretora dessa peça só fez escolher um lugar privilegiado na plateia e assistir impassível. De lá se limitou a observar a sucessão de erros e a substituição equivocada dos personagens mais importantes. Lavou as mãos em relação a tudo e optou por se escudar em assistentes de direção.

No auge da má atuação saiu à francesa. Uma participação lamentável da maior responsável pelo destino da companhia. Chegou a dizer que não poderia subir ao palco e interpretar por ninguém. Mas quem não sabe chorar ou sorrir, impostar a fala e pisar firme não deve dirigir. Quem não se envolve totalmente não se emociona, prefere não se comprometer. Enfim, vamos aguardar pela nova temporada e por quem se incumbirá de reverter tamanho fracasso. Nessa derradeira apresentação, mesmo ao encontrar a plateia vazia quando abertas as cortinas e com remotas chances de premiação, tem que haver profissionalismo. Como em todos os palcos do mundo, o show tem que continuar, com um mínimo de dignidade. Em 2011 exigimos que os papéis se invertam. Todos.

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
COLABORADOR Alexandre Fernandes
TWITTER: @alexandrecp

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: