Magia Rubro Negra


Comecei a amar o Mengão… Por Gabriel Reis by gabrielkr
27/11/2008, 6:12
Filed under: Colunas
… Quando eu era pequeno, pois tinha um lado da minha família que era alvinegro e o outro rubro-negro. A família materna era toda sofredora e, representada pelo meu avô Alfredão, de quem sinto muita saudade, tentava me empurrar goela abaixo a camisa de uma só estrela. Chegavam a me oferecer dinheiro e figurinhas se eu usasse a mesma. Já o lado paterno, representado pelo meu avô, que até hoje discute futebol comigo, eu tinha uma bandeira que meu avô deixava sempre a vista e me pedia apenas para astear quando viajávamos ao sítio. Mas, um belo dia meu avô materno resolveu me levar ao Maracanã para conhecer a sua torcida e escolher de vez o lado errado da história. Posso dizer que esse foi o grande momento “efeito borboleta” de minha vida. Nesse jogo o Flamengo venceu de goleada o Botafogo por 6 x 1 e eu, com apenas dois aninhos, vi toda aquela vibração do outro lado e queria tentar aprender a cantar, como toda criança curiosa, o que o lado alegre do Maraca cantava.
 
A família conta que eu comecei a vestir o manto por simbiose e o resultado foi que eu diminui minha mesada, passei a ter menos figurinha comprada e me tornei um craque do bafo-bafo. Ahhh, já ia me esquecendo que o jogo que marcou a escolha definitiva do meu time do coração foi Flamengo 3 x 1 Santa Cruz, com um golaço do Zico de falta, que desafiou as leis da física. Em seguida, vi o Bebeto marcar dois gols, um na semifinal contra o Galo e outro na final contra o Inter. De lá para cá, ser Flamengo é minha vida.
 
Anos mais tarde, já com meus 19 anos, o destino quis que o melhor professor da Universidade que estudei fosse o descobridor do Zico, Celso Garcia. Já imaginaram se eu tivesse que aturar este Rubro-Negro, que era impossível de ser calado, se eu fosse torcedor de um clube pequeno? Graças a Deus, Celso me contou histórias que muita gente não sabe e aquela que gostamos de ouvir mil vezes.
 
E você torcedor que acessa o Magia, quer contar como foi que descobriu seu amor pelo Mengão? Envie sua história e suas fotos, se tiver. O espaço é seu!
 
Magia Neles!
Anúncios


RUBRO-NEGROS, o estado de Santa Catarina clama pela nossa ajuda. by fholanda
26/11/2008, 15:55
Filed under: Colunas, Notícias Diárias

Com a mesma motivação e o mesmo amor que lotamos o Maracanã, vamos fazer a nossa parte, colaborar com donativos ou financeiramente e além disso lotar outras caixas de
e-mail solicitando a todos os RUBRO-NEGROS que também cooperem com os desabrigados de SC. Afinal de contas, virar o jogo é com a gente mesmo.

Abaixo algumas informações que podem ser úteis:

São aceitas doações de qualquer quantia nas contas:

Banco do Brasil
Agência: 3582-3
Conta corrente: 80.000-7

Besc
Agência: 068-0
Conta Corrente: 80.000-0

Bradesco S/A
Agência: 0348-4
Conta Corrente: 160.000-1

Titular das contas (pessoa jurídica): Fundo Estadual de Defesa Civil
CNPJ: 04.426.883/0001-57

Doações de alimentos e roupas
Segundo as autoridades de Santa Catarina, há necessidade principalmente de alimentos não-perecíveis, produtos de limpeza, colchões, cobertores e travesseiros em bom estado.

Quem quiser doar deve procurar as prefeituras dos municípios prejudicados pelas cheias e deslizamentos. Entidades públicas e privadas também estão promovendo campanhas e recolhendo material em vários estados.

Informe-se sobre postos de coleta na Defesa Civil do seu estado.

CEDEC/RS – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Rio Grande do Sul
http://www.defesacivil.rs.gov.br
Fone: (51) 3210 4219

DEDC/SC – Diretoria Estadual de Defesa Civil de Santa Catarina
http://www.defesacivil.sc.gov.br
Fone: (48) 4009 9816

CEDEC/PR – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Paraná
http://www.pr.gov.br/defesacivil

SEDEC/RJ – Secretaria de Estado da Defesa Civil do Rio de Janeiro
http://www.defesacivil.rj.gov.br

CEDEC/SP – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de São Paulo
http://www.defesacivil.sp.gov.br
Fone: (11) 2193-8888

CEDEC/MG – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais
http://www.defesacivil.mg.gov.br
Fone: (31) 3236-2111

CEDEC/ES – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Espírito Santo
http://www.defesacivil.es.gov.br
Fone: (27) 3137-4441

SIDEC/DF – Sistema de Defesa Civil do Distrito Federal
http://www.defesacivil.df.gov.br

CEDEC/MS – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul
http://www.defesacivil.ms.gov.br
Fone: (67) 3318.1078

Fonte: Jornal Hoje

Magia Neles!



Gabriel O Pensador lança livro! Por Gabriel Reis by gabrielkr
26/11/2008, 15:29
Filed under: Paparazzi Rubro Negro

Estivemos no lançamento do Livro “Meu Pequeno Rubro-Negro”, texto de Gabriel O Pensador, meu grande amigo, e ilustrações do maravilhoso Mário Alberto. O livro é um show de imagens´imperdíveis para qualquer Urubu. Passamos por lá rapidamente, mas deu pra ver como o Flamengo leva torcedores a tudo que o clube oficializa, pois o livro é um produto oficial do Flamengo.

Dos jogadores famosos, encontramos apenas com o goleiro Zé Carlos. Falei com ele da tristeza das últimas finais que perdemos do Rio-São Palo e da Copa do Brasil, em 1997, mas também lembramos grandes títulos, como o Brasileiro de 1987. E como o Zé Carlos é simpático.

Gabriel O Pensador autografou o livro que compramos. E este, para sempre vai estar aqui na nossa biblioteca.

Magia Neles



Solidariedade Rubro Negra – Por FlamengoNET by fholanda
25/11/2008, 15:33
Filed under: Colunas

A única partida que Pelé vestiu a camisa do Flamengo foi em 1979, num amistoso contra o Atlético-MG em favor dos flagelados de algum lugar do Brasil, onde a maior desgraça natural são as sucessivas enchentes. Quase 30 anos depois, o estado de Santa Catarina – em particular as cidades do chamado Vale do Itajaí, onde vivem muitos rubro-negros- enfrenta as consequências aterrorizantes das chuvas. São quase 60 mortos e milhares, milhares mesmo, de desabrigados.
Há um início de mobilização das Embaixadas Rubro-Negras para captar recursos em favor dos desabrigados. Mas todo mundo pode fazer sua pequena ação solidária. Aproveitei uma sacola de roupas usadas que já estavam separadas para doação e, dessa vez, destinei aos desabrigados. Foi bem simples – levei ao Corpo de Bombeiros mais próximo e, pelo menos no Paraná, a Defesa Civil tratará de encaminhar roupas e suprimentos para essa gente que acaba de perder tudo, ou quase tudo.

Incentivo que todos aqui façam o mesmo. Limpem seus guarda-roupas, procurem o Corpo de Bombeiros/Defesa Civil do seu estado e, na medida do possível, dêem essa ajuda.
Da parte do Flamengo, acredito que o clube poderia programar um amistoso no dia 10/12 – se os jogadores concordarem -, com renda em favor dos desabrigados.

Magia Neles!

Fonte: Flamengo NET

** E você leitor? O que acha? Comente, dê idéias!



Não dá mais! Por Fabrício Mohaupt by fholanda
25/11/2008, 0:47
Filed under: Colunas

atgaaab2ecp2b4uusznjktdi_nqewnsffu5vw_qilecf9bu8zl9v24azosplnvo4jmzqrps8ypvjmo6p-ikelg08d9etajtu9vc0nhtr703chxtplq0y5sw7qmbhpq

É inegável que Carlos Eugênio Simon prejudicou o Flamengo por conta daquele pênalti escandaloso que deixou de marcar no final do jogo e que o bandeirinha marcou um impedimento absurdo. Mais ainda, expulsou, em conseqüência direta de sua lambança, dois dos nossos jogadores que estão, automaticamente, fora do próximo jogo e da briga por uma vaga na Libertadores. Reside aí, porém, o efeito Simon, em poder deixar-nos de fora do torneio continental.

Sejamos francos e conscientes, perdemos este jogo e as chances de título para nós mesmos. As melhores jogadas do Cruzeiro esbarraram nas defesas do Bruno ou na trave. Todos os golos da Celeste saíram de falhas da nossa defesa. Vejam bem, todos!

O jogo foi aberto do início ao fim, mas o Caio Jr. não teve coragem de ousar; pior, fez alterações no mínimo equivocadas. Quando o Aírton machucou-se, deveria ter lançado o Éverton ou, pelo menos, recuado o Marcelinho Paraíba e lançado o Diego Tardelli, mas optou por lançar o Toró. No segundo tempo, resolveu lançar o Tardelli, mas tirou o Marcelinho Paraíba em vez do inoperante Obina. Sei que o xodó fez um gol depois, mas foi a única coisa que conseguiu fazer no jogo inteiro. Para piorar ainda mais, na hora de tirar o Juan, em vez de lançar o Éverton, lançou o Luizinho.
Um time que queria ser campeão não pode chutar a gol apenas seis vezes enquanto o adversário chuta vinte e duas vezes. Há algo errado nisso, não? Que me perdoem os fãs do Caio Jr., mas a culpa de estarmos fora da disputa é toda dele, por chegar ao final do campeonato sem saber qual o é o time titular, por não ter definido a formação padrão, por não ter um esquema de jogo e por ser totalmente irregular.

Agora, resta-nos fazer nosso dever: vencer os dois jogos que restam. Para podermos torcer por tropeços de Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras. Só assim conseguiremos uma das vagas para a Libertadores. Não está fácil não. Teremos que torcer muito. Ainda bem que o Mengão tem a maior e mais apaixonada torcida do Brasil, não é mesmo?

Magia Neles!



Mais um tricolete que mostra a que veio! by gabrielkr
24/11/2008, 23:17
Filed under: Notícias Diárias

Achamos na internet um flagra do torcedor dos Bambis Pedro Bial, o mesmo que partiu pra briga contra uns garotos flamenguistas depois de perder a final da Libertadores deste ano. Desta vez, Bial estava no aeroporto Santos Dummont, olhou para um lado e para o outro, não viu ninguém, mas acabou sendo flagrado em momento constrangedor.

Uma coçeirinha básica! Percebam a mão dentro da calça!

img_5292

Costume de tricolete? Cheirinho boooommmmmmm! Olha a pose dele cheirando!

img_5294



Celso Garcia, um grande Rubro Negro! by fholanda
23/11/2008, 21:50
Filed under: Colunas

Já vi muita gente torce com paixão pelo Flamengo, como eu. Mas o Celso era diferente. Foi o maior rubro-negro que conheci. Pode haver alguém que ame ou tenha amado o clube assim como ele, mas ninguém amava mais o Flamengo do que Celso Garcia.

Zico