Magia Rubro Negra


DOMINGO – POR FÁBIO JUSTINO by @fabiojustino
31/07/2009, 9:54
Filed under: Colunas

Galo Apanha
Vou economizar um pouco o teclado, não podemos dar muita ênfase ao jogo de ontem. Era contra o Galo. Apenas isso!

Eu sei que eles ficam tristes com o nosso desdém, mas Flamengo x Atlético-MG não é clássico e eles sabem disso.

Estão sempre atravessando o nosso caminho, sempre tomando uma carimbada do Mengo. Tipo aquele muleque que chegava no fliperama e antes de jogar tinha que pagar ficha pra todo mundo. Basicamente isso.

Vamos deixa-los pra lá.

“No Maracanã o Galo virou Galinha”

Vem aí, Flamengo x Náutico. Nem olho pelo ângulo dos 3 pontos, mas a atuação de ontem nos dá uma ponta de esperança,  parece que o “tempo vai abrir” e dias melhores vem aí.

Tô acreditando que o Maraca vai receber muita gente no domingo, promessa de bom público né?

O que vocês acham?

Eu voto em aproximadamente 50.000 – Comentem…

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
fabio@magiarubronegra.com.br



VINGANÇA NÃO? VINGANÇA SIM – POR FÁBIO JUSTINO by @fabiojustino
30/07/2009, 12:33
Filed under: Colunas

A melhor coisa que existe no futebol é a tal rivalidade, aqui no RJ perdeu a graça. Ninguém consegue incomodar. Permanece o revezamento, de três em três anos rola a passagem de bastão. Não existe monopólio, cada um só tem coragem de perder 3 finais seguidas. Quem acabou de pegar a senha foram os meninos perfumados da camisa de três cores. Parece que chegou o momento deles.

Mas não é sobre isso que desejo escrever nesta manhã nublada. Quero dialogar sobre outra parada, mas estou com preguiça de abrir o dicionário e pesquisar o conceito aureliano da palavra rivalidade. Tudo bem, não importa muito o que Aurélio ou Houassis afirmam acerca dos confrontos futebolísticos, importa é que nós crescemos com a simples afirmação – ‘clássico é o confronto entre dois times grandes que se odeiam’.

Simples e óbvio não é? Discordo. E agora pego um gancho para entrar no assunto principal que é a partida de logo mais. Não consigo enxergar o pobre Galo como rival, pobre mesmo. Além da torcida ‘balão japonês’ o que mais eles possuem para carimba-los como grande equipe? Nada. Deveriam ter na década de 80, hoje não possuem nada. Apenas um elenco mediano e o sonho de deixar a fila que encabeçam desde que o Brasileiro deixou de ser chamado Roberto Pedrosa, uma conquista em 1971 e só.

chora galo

Imagem: Blog do Gaylo

Se existe algume clube fora do Rio de Janeiro com motivos de sobra para odiar a nossa nação rubro negra, este clube chama-se Atlético-MG. Em 1981 tiramos os caras da Libertadores, foram vices um ano antes, desde então tentam – sem sucesso – vingança.

Ano passado nos tiraram a chance do título. Inesquecível micaço em pleno Maracanã. Se o nosso time precisa de motivação extra, aí está. Vamos fazer o mesmo com eles, venceram os meninos da Le Boy com uma atuação muito ruim, perderam pro Goiás em casa e agora encaram a massa aqui no Rio. Roteiro perfeito para gerar uma crise no Galo. Lançai-vos na descendente e vamos firme na escalada ao G-4.

Três pontos na sacola, diminuimos a distância e mais um passo na MISSÃO: FICA ANDRADE!

Rivalidade não! Vingança sim!

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
fabio@magiarubronegra.com.br



1…2…3… O GALO É FREGUÊS – POR FÁBIO JUSTINO by @fabiojustino
30/07/2009, 12:13
Filed under: Colunas

Galo

Imagens: Blog do Gaylo

Confrontos históricos entre Flamengo x Galo, retirado do ótimo Fla-Museu. Assistam!

Flamengo 3×2 Atletico(MG)

Campeonato Brasileiro 06/11/2003 – Estadio: Maracanã

Time: Julio Cesar, Rafael, Fernando, Fabiano Eller, Anderson (Yan), Fabinho, Andre Gomes, Fabio Baiano (Jonatas), Andrezinho, Edilson, Jean (Ze Carlos).

Gols: Edilson, Jonatas, Ze Carlos.

Flamengo 3 x 2 Atlético-MG

Campeonato Brasileiro – Copa União – Semi final

Time: Zé Carlos, Leandro Silva, Leandro, Edinho, Leonardo, Andrade, Ailton, Zico(Henagio), Renato, Bebeto(Flavio) e Zinho.

Gols: Zico, Bebeto e Renato.

Resultados idênticos. Elencos diferentes. Momentos totalmente distintos.

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
fabio@magiarubronegra.com.br



Micos No Magia – Por Fabrício Mohaupt e André Costa by fabriciomohaupt
29/07/2009, 17:09
Filed under: Micos no Magia

micos no magia bannerO amigo Conrad Rose, do Muqueca de Siri, rubro-negro apaixonado e que está escrevendo a biografia do querido presidente Gilberto Cardoso, sugeriu a seguinte ideia para a nossa coluna. Trata-se de um Mico de um técnico que é simplesmente aquele que mais comandou o Mengão em toda a nossa história. Foram 746 jogos com um aproveitamento de 64,08%.

Flávio Costa nasceu no Rio de Janeiro, no dia 14 de setembro de 1906 e faleceu no dia 22 de novembro de 1999, foi o primeiro ex-jogador do Flamengo a virar técnico do Clube. Também foi o técnico que mais comandou a equipe rubro-negra na história do clube com mais de 400 vitórias. O fato mais marcante de sua passagem pelo clube foi a conquista do Tricampeonato carioca em 42/43/44.

Outro fato importante é que Flávio Costa é o técnico que mais conquistou títulos oficiais dirigindo o Flamengo, sete ao todo, o mesmo número de títulos conquistados pelo técnico Carlinhos. Conquistou os Campeonatos Cariocas de 1939, de 1942, de 1943, de 1944 e de 1963; o Torneio Aberto do Rio de Janeiro de 1936; e o Torneio Relâmpago do Rio de Janeiro de 1943.

A primeira passagem de Flávio pelo Flamengo foi em 1934 e durou até o ano de 1938. Flávio teve ainda mais outras quatro passagens pelo clube, de 1938 a 1945, uma passagem curta no ano de 1946, outra passagem em 1951 e 1952 e a ultima passagem foi de 1962 a 1965. Esta última deu origem a uma crônica do compositor brasileiro mais conhecido no seu país e no exterior, Ary Barroso. Nela, critica abertamente o Presidente Fadel Fadel por muitas coisas, inclusive a recontratação de Flávio Costa depois do que fez em 53 e é o motivo da nossa coluna.

O fato é que Ary foi à casa do técnico acompanhando o Presidente Gilberto Cardoso para convencê-lo a permanecer no cargo, para que não abandonasse o clube, seus amigos e seus atletas. Depois de algumas horas, a esposa do treinador, convidou o poeta a ir até o seu quarto. Lá, a senhora Costa abriu seu coração e deixou falar a voz da consciência: “Ary, não adianta nada vocês apertarem o ‘velho’: ele já é do Vasco!”. Traição! Ele já estava acertado com o nosso maior rival.

Castigo, entretanto, vem à cavalo. Gilberto Cardoso, sobre as cinzas de um técnico que se foi, construiu o monumento de um novo técnico, contratando aquele que era conhecido pelo apelido de “El Brujo”, Fleitas Solich. Com ele, o Flamengo arrancou para o segundo tricampeonato (1953, 1954 e 1955), o que deve ter deixado o traidor com uma enorme dor de cotovelo. Além disso, Flavio Costa acabou ficando com um grande mico no ombro, mais ou menos como no cartum abaixo.

Flavio Costa e o Mico

Querem ver o cartum do André em tamanho original? Cliquem aqui.

MAGIA NELES!!!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
andre@magiarubronegra.com.br
fabricio@magiarubronegra.com.br



Retornando as suas origens! by fholanda
28/07/2009, 1:31
Filed under: Colunas
FLAMENGO_DELES

Imortais Rubro Negros

“Os imortais ressuscitarão as nossas cores! Pode acreditar!”

Magia Neles!



MAGIA RUBRO NEGRA NO JORNAL VENCER – POR FÁBIO JUSTINO by @fabiojustino
27/07/2009, 20:37
Filed under: Colunas

Vencer2

Mais uma vitória pro MAGIA RUBRO NEGRA. Para quem mora aqui no Rio de Janeiro, não deixe de comprar a edição de amanhã do JORNAL VENCER (Diário exclusivo com noticias do Mengão) com um texto desse que vos escreve: Fábio Justino.

O jornal é baratinho e vale a pena essa moral pro MAGIA, o site que vocês ajudam a crescer dia a dia.

VAMOS AS BANCAS E…

MAGIA NELES!
EQUIPE Magia Rubro Negra
fabio@magiarubronegra.com.br



Milésimo! – Por Fabrício Mohaupt by fabriciomohaupt
27/07/2009, 18:31
Filed under: Colunas

A expectativa para o jogo era fantástica. Não era um embate qualquer. Era o milésimo jogo do Flamengo em brasileiros e seria disputado em um lugar em que nunca vencemos no campeonato nacional. Além disso, um dos maiores ídolos da nossa história estaria dirigindo a equipe, o “velho tromba”, o grande guerreiro Andrade!

A partida começou e foi dura… de se ver. Passes errados, trombadas e faltas em profusão. Léo Moura errando tudo e dando passes para o ataque santista. Ainda assim, a equipe da casa jogava recuada como se fizesse uma partida fora de casa e o Mengão se viu o senhor do jogo, mesmo jogando mal. Não havia ligação entre meio-campo e ataque mais uma vez. Apenas chutões em direção aos atacantes.

Assim, no segundo tempo, quando o Santos fez um a zero, quando estávamos melhor na partida, parecia que a escrita continuaria, uma vez que nos perdemos em campo. Felizmente, Adriano acertou um petardo de fora da área cheio de curva e igualou o placar, recolocando o Mengão no jogo de novo.
FlaSantos2
Nosso comandante interino resolveu arriscar e colocou o jovem Bruno Paulo e, logo depois, Fierro. Com sua estrela brilhando, os dois participaram da jogada que resultou no segundo gol e garantiu a vitória fora de casa. Uma partida mal jogada, mas que trouxe um belo resultado histórico. O Andrade merecia ser o técnico que disputou e venceu o milésimo jogo do Flamengo em brasileiros e que quebrou o tabu de não vencer na Vila Belmiro.

Valeu por ver o “velho tromba” emocionado e homenageando o nosso querido goleiro Zé Carlos. Verdadeiros rubro-negros que amam o clube, o escudo e toda a história e tradição que nos levam a ser conhecidos como o mais amado do mundo. São estes que realmente tem sangue rubro-negro nas veias. São estes que nos dão orgulho.

Como rolará a semana? Quem será o novo técnico? Será que o Andrade será efetivado ou será que a “diretoria” inventará um novo nome? Há a ideia de efetivar o Andrade e colocar o Fabio Luciano como auxiliar. O que pensam sobre isso? Quem vocês acham que deve assumir o comando do time?

MAGIA NELES!!!
EQUIPE Magia Rubro Negra
fabricio@magiarubronegra.com.br