Magia Rubro Negra


Moda Casual Rubro-Negra: um golaço da Olympikus by vivimariano
31/08/2010, 20:26
Filed under: Colunas

 

Cobra Coral, Papagaio, Vintém ! Vestir Rubro-negro não tem pra ninguém. E não tem mesmo. Só quem é Flamengo sabe o que significa usar estas cores para exibir tamanha paixão por este clube. Na manhã desta terça-feira, dia 31, o  Clube de Regatas do Flamengo e a Olympikus, marca esportiva oficial rubro-negra, lançaram  na Gávea,  uma coleção de moda casual inspirada nas tradições e estilo do maior time do Brasil e do mundo. E o Magia Rubro-Negra foi lá conferir e INFORMA: Preparem os bolso$ !  Guardem parte do 13º salário !  Quebrem o cofrinho de porquinho … pois dá vontade de comprar  a coleção toda !

 

 

Com isso, a maior Torcida do Mundo tem a oportunidade de desfilar com as cores do Mengão na maior elegância, graças a mais um golaço da Olympikus, que se preocupa com os  rubro-negros, e quer ver esta Nação vestindo a marca Flamengo da cabeça aos pés. Tudo para o torcedor ficar no auge da moda com as cores do Mais Querido do Brasil !

 

 

Desde que chegou ao Flamengo, a Olympikus não se preocupou apenas com o material esportivo. Talvez por ser uma empresa nacional, a OLK entendeu o significado de paixão pelo esporte, e desenvolveu uma linha de produtos voltada à torcida. A nova coleção, por exemplo, foi desenvolvida para acompanhar torcedores e torcedoras do Flamengo em todas as situações do cotidiano. Agora ninguém vai poder reclamar que você está indo para o shopping ou para uma festa de família com a MESMA camisa do jogos de domingo !! Tem pólos, bermudas, regatas, tops e t-shirts para todos os tipos de eventos.

 

 

A parceria FLA-OLYMPIKUS tem dado resultado e quem ganha com isso é o torcedor. As novas peças já estão no mercado e logo logo estarão disponíveis nos 15 mil pontos de vendas da Olympikus em todo o país. E vejam só, até o DEIVID,  já aderiu a nova coleção ! Corre lá para FLA CONCEPT, na Gávea,  e tire onda por aí com a linha casual de roupas do Flamengo.

 

 

 

Confira o vídeo que a Equipe Magia Rubro-Negra preparou para você com os melhores momentos do Lançamento da Nova Coleção:

 

 

MAGIA NELES!
EQUIPE MAGIA RUBRO NEGRA

paixao@magiarubronegra.com.br

Anúncios


AGOSTO 2010 EM VÍDEOS by leomagamon
31/08/2010, 12:01
Filed under: Colunas

Alô Nação Rubro-Negra! Fim de mês, graças a Deus! Agosto mês de desgosto, já diziam os mais velhos. Que dias tivemos, que tardes/noites terríveis. Quanta escassez de gols, de inspiração, de alegria.

Mas nem tudo foi perdido, se em campo não conseguimos convencer (6 Jogos, 1 Vitórias, 2 Empates, 3 Derrotas, 2 Gols Pró, 4 Gols Contra), fora das quatro linhas estreitamos nossa relação com Deus Zico, empenhamos novamente nossa palavra junto ao Clube, conferimos uma exclusiva de Zicão aqui no Magia, além de entrevistas com Patricia Amorim, Moraes e Galhardo. De quebra fechamos o mês com técnico novo. Silas, boa sorte!

Agosto (16 vídeos):
– 01/08/10 – Supercopa de Juniores – FINAL – Flamengo 2 x 2 Santos (Santos Campeão) aqui

– 01/08/10 – Flamengo 0 x 0 Vasco – Pre Jogo aqui
– 01/08/10 – Flamengo 0 x 0 Vasco – Melhores Momentos aqui
– 06/08/10 – Magia Rubro Negra – Homenagem ao DIA DOS PAIS 2010 aqui
– 08/08/10 – Raça Rubro Negra de Manaus – Magia Rubro Negra aqui
– 14/08/10 – Flamengo 1 x 0 Ceará – Melhores Momentos aqui
– 14/08/10 – Entrevista com Zico – Magia Rubro Negra – Parte 01/03 aqui
– 14/08/10 – Entrevista com Zico – Magia Rubro Negra – Parte 02/03 aqui
– 14/08/10 – Entrevista com Zico – Magia Rubro Negra – Parte 03/03 aqui
– 17/08/10 – Com Zico Pelo Flamengo aqui
– 18/08/10 – Com Zico Pelo Flamengo – Magia Rubro Negra BL01 aqui
– 18/08/10 – Com Zico Pelo Flamengo – Magia Rubro Negra BL02 aqui
– 22/08/10 – Atl.PR 1 x 0 Flamengo – Melhores Momentos aqui
– 23/08/10 – Entrevista com Rafael Galhardo – Magia Rubro Negra aqui
– 26/08/10 – Flamengo 0 x 0 Atlético-MG – Melhores Momentos aqui
– 29/08/10 – Guarani 2 x 1 Flamengo – Melhores Momentos aqui

Vocês já acompanharam: Janeiro, Fevereiro, Março, Abril, Maio, Junho e Julho.

MAGIA NELES!
Leomagamon

http://twitter.com/leomagamon
http://youtube.com/leomagamon
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=97439550
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=102455594
leomagamon@magiarubronegra.com.br



A NAÇÃO NÃO É UMA TORCIDA QUALQUER by Cacau
31/08/2010, 0:01
Filed under: Colunas

Vamos dar um pulinho na sala de aula? O que é Nação para você? Por conceito, nação refere-se ao conjunto de pessoas que se sentem unidas pela origem, pelos interesses e por seus ideais e aspirações comuns. Podem até lhes falar que para ser uma nação deve haver uma só raça, língua e/ou religião, mas os grandes estudiosos são categóricos ao afirmar que esses não são fatores essenciais para determinar o caráter fundamental de um grupo qualificando-o como uma nação. Vale mais a identidade da história e da tradição (a nação não tem apenas o presente), o passado comum. Na verdade, o elemento primordial, aquele que se mostra como condição (mesmo que subjetiva) para a evidente existência de uma Nação é o vínculo que une estes indivíduos, determinando entre eles a convicção de um querer viver coletivo. Ou seja, o querer essa coletividade; o ter a consciência de sua “nacionalidade”.

Isso não sou eu, Cláudia, falando ou inventando para vocês. Qualquer antropólogo, sociólogo ou outro estudioso das ciências sociais pode lhes confirmar. Mas lendo essas definições anteriores, você não pensa imediatamente na Nação Rubro-Negra? Não há melhor exemplo de Nação! Não somos a Nação apenas por sermos 33 milhões de apaixonados. Somos uma Nação porque temos o Flamengo em comum e assim o desejamos: queremos “gritar ao mundo inteiro a alegria de ser Rubro-Negro”. Podemos ter vários endereços, várias culturas, falarmos diferentes idiomas ou sotaques, mas temos uma só história e a mesma tradição em comum: o Flamengo.

E fazemos mais do que simplesmente torcer pelo Flamengo. Comparecemos. Podemos ser organizados (são “só” 25 Torcidas Organizadas espalhadas peço mundo) ou não, mas comparecemos. Temos o recorde mundial de público em uma partida de futebol. Temos 7 dos 10 maiores públicos do Campeonato Brasileiro. Temos os 10 maiores recordes de público do Campeonato Carioca. A torcida do Flamengo não tem apenas o recorde de público entre times no Maracanã, mas a Nação tem o recorde de público em outros 13 estádios com capacidade para mais de 20 mil pessoas espalhados pelo país. Estão entendendo onde eu quero chegar? Mesmo em 2001 que, salvo o Tri no Carioca, foi um ano pavoroso, tivemos a maior média de público do campeonato. Entre 2004 e 2006 ficamos entre o 15º e o 11º lugar. O que esperar de 2007? Nada. E tudo. A Nação se fez presente e o Mengão arrebentou estarrecendo a imprensa – que já o considerava praticamente rebaixado – ao terminar a temporada em 3º lugar. Esta atuação da verdadeira e única camisa 12 do mundo rendeu à Nação o título de Patrimônio Cultural da Cidade do Rio de Janeiro.

Percebem? Nós temos o poder de fazer acontecer! Há quem repita religiosamente que “torcida não ganha jogo” mas ninguém é louco de subestimar nosso poder. Somos visados, invejados, atacados por gentinha que adora focar em um jogo ou misturar competições, fabricando verdades convenientes simplesmente porque o nosso amor é maior do que o deles ou de qualquer outro. Não somos uma torcida qualquer. Somos A Nação. Aqui não tem lugar para quem só aparece quando o time está cima para tirar o cheiro de naftalina da camisa. Aqui só tem quem respeita a história e a tradição do MAIOR CLUBE DE TODOS OS TEMPOS. Percebe a diferença?

Cá estamos nós, mais uma vez com o coração na mão. Uma sequencia de resultados ruins em 7 partidas, quebrada apenas por uma magra vitória sobre o Ceará definitivamente não é nada animador. Mas precisamos nos comportar de acordo com a grandeza que representamos. Não somos como aqueles pobre coitados que não tem do que se orgulhar e invertem as faixas ou viram as costas para o time na primeira bola perdida. Somos maiores que isso. E se quisermos continuar a ser o principal Patrimônio do Flamengo, temos que agir com a nobreza que tal título nos impõe. Cantemos “Flamengo eu sempre hei de ser” como está no hino e, nesse caso, SEMPRE DEVE SER TODO DIA. Simples assim.

Magia Neles!
EQUIPE Magia Rubro Negra
claudiasimas@gmail.com
Twitter: @tudoemsimas



COMANDANTE NOVO by leomagamon
30/08/2010, 16:38
Filed under: Colunas

Nação Rubro Negra estamos finalmente de comandante novo.

O “homi” já chegou mandando bem, trocou o preparador físico do time.

E aí qual sua opinião sobre nosso novo técnico?

MAGIA NELES!
EQUIPE MAGIA RUBRO NEGRA

paixao@magiarubronegra.com.br



Apagão by Bruno Cazonatti
29/08/2010, 19:03
Filed under: Colunas

Azar ou castigo? A gente pode caçar inúmeras palavras neste momento de raiva, após perder uma partida, quando o cronometro já marcava os acréscimos de um jogo praticamente, ganho. Eu defino esta derrota para o Guarani como inacreditável. Tomar dois gols em dois minutos é demais! Quanta bobeira, falta de atenção e displicência dos jogadores. E olha que eu já estava elogiando a postura do time sem o defunto Rogério Lourenço no comando… Acho que algum integrante da torcida arco-íris enterrou um sapo no entorno da Gávea. Não é possível!

Foto: Agência O Globo

Talvez este sentimento ruim se exacerbe após os gols perdidos pateticamente pelo pseudo-atacante Val Baiano. Sim, porque achar que esse cara é centroavante, só pode ser coisa de louco. Olha que eu ainda tentei defendê-lo ao lembrar que o Léo Moura e o Juan não conseguem mais acertar um cruzamento, mas quando esse milagre acontece, o Val faz o impossível. Incrível! Podemos até relevar a falta de sorte do garoto Diogo, que se machucou e deixou o time logo cedo. Mas, o moleque não foi contratado para fazer gol? Então por que eu o vejo toda hora no meio de campo, vindo buscar o jogo? Está tudo errado, principalmente a preparação física! O time estava pregadaço, já na metade da segunda etapa!

Foto: Agência O Globo

Bom, não adianta a flamengada despejar a raiva no péssimo árbitro, só porque o energúmeno quis compensar aquele pênalti (foi sim!) do Lomba. Isso é coisa para quem é fraco. Nosso dever é apoiar o time e torcer para que Silas traga novos ares. Tenho certeza que o nosso novo treinador vai acertar a equipe e colocar o Mengaço novamente no caminho da vitória. Para isso acontecer, precisamos fazer a nossa parte, incentivando a todo instante. A gente sabe que é assim, o Flamengo sempre põe o nosso amor à prova, mas a gente nunca o decepciona. Pois somos, acima de tudo, rubro-negros.

Melhores Momentos:

Magia Neles!
EQUIPE Magia Rubro Negra
bruno@magiarubronegra.com.br
Twitter: @cazonatti



É HORA DA ARRANCADA by nivinhafla
29/08/2010, 0:01
Filed under: Colunas, Videos

O Flamengo não está em uma posição na tabela para bater desespero, mas se não vencer o Guarani hoje, já fica mais preocupante, pois provavelmente vai para a parte de baixo da tabela. Até porque, o próprio Guarani passa o Fla se ganhar o jogo. Ou seja, está na corda bamba.

Arte: André Costa

Após mais um jogo frustrante, um 0x0 com um fraco Atlético-MG, Rogério Lourenço foi demitido. Eu também achava que não dava mais. O time estava sem padrão de jogo, parecia perdido em campo, todo mundo embolado no meio e sem vibração (o que me incomoda demais). Lembro que quando acabou o jogo, disse para os meus amigos: “Esse empate vai levar à demissão do Rogério, como o empate com o Barueri ano passado levou à demissão do Cuca.” O time será comandado por Toninho Barroso até um novo técnico ser contratado.

Agora temos também outro ataque. Diogo mostrou em apenas um jogo a que veio. Muita disposição, qualidade e não tremeu em uma estreia com o manto rubro-negro. Para mim agora, é time para brigar pelo título. Pior para o Guarani, que começaremos nossa arrancada contra ele em Campinas.

Segundo o Flaestatística, esse é o nosso histórico contra o Guarani:

→ 36 jogos
→ 14 vitórias
→ 13 empates
→ 9 derrotas
→ 56 gols pró
→ 42 gols contra

O último Brasileiro em que tivemos esse confronto foi em 2004, onde ganhamos de 1×0 os dois jogos. Aqui no Rio, gol de Júnior Baiano, lá em Campinas, gol de Ibson. Mas para mostrar um pouco desse confronto, optei por um jogo do Brasileiro de 1982, onde Zico fez 3 e o Flamengo ganhou de virada: 3×2.

Vamos Flamengo!

MAGIA NELES!
EQUIPE
Magia Rubro Negra
nivea@magiarubronegra.com.br
twitter: @NivinhaFla



Sorria! Você Está no Magia. by Bruno Cazonatti
28/08/2010, 0:01
Filed under: Colunas

É muito difícil existir um rubro-negro que não tenha uma história de amor para contar. A paixão pelo Flamengo é algo divino, que começa desde o berçário, até a influência de um ente amado. Quem aí nunca foi persuadido pela família, por um jogo especial ou por um ídolo da Nação? Por isso, o Magia traz a coluna “Sorria!” de hoje com um relato bem bacana da nossa leitora Carla Verônica. Se liga na história desta flamenguista:   

“Atualmente moro em Fortaleza (CE), mas sou carioca, nascida em uma família totalmente vascaína (eca!). Fui criada dentro do São Januario, perdi as contas de quantas vezes entrei em campo de mãozinhas dadas com os jogadores da época. Lembro que um dia meu pai estava em casa  literalmente “secando” uma partida do Flamengo na TV, eu deveria ter uns 7 anos e perguntei a ele…   

– Pai, quando vou poder entrar em campo com o FLAMENGO?   

 Meu pai simplesmente olhou nos meus olhos e disse… ME RESPEITE! Desligou  a TV e saiu. Naquele momento tive a certeza que em meu peito  pulsava um coração RUBRO-NEGRO. Meu pai, sentindo que estava perdendo um membro cruzmaltino, começou a me presentear com artigos do Vasco, tudo para tentar me seduzir em um amor que no fundo ele já sabia que não existia. Recordo que a primeira vez que fui ao maracanã assistir uma partida do MENGÃO, foi na final do  Campeonato Brasileiro de 1992  Flamengo x Foguinho. Eu só tinha 11 anos, e combinei com minha colega de escola que iríamos para o jogo com o pai dela. Lógico que eu menti quando disse que meu pai havia permitido.    

Gente, o que era aquilo? Que torcida era aquela? Eu chorava como se alguém estivesse me batendo. Ver aquele maracanã vermelho e preto era muita emoção para um coraçãozinho de 11 anos. Mas, como nem tudo ao lado do FLAMENGO são flores, naquele mesmo dia uma parte da arquibancada desabou e muitos torcedores se machucaram. Então, no meio da euforia, eu e minha colega fomos filmadas, e meu pai acabou me vendo pela televisão. Quando voltei para casa, meu pai simplesmente me deu uns tapinhas e me deixou de castigo por um bom tempo. Mas, foi o melhor castigo de toda  a minha vida, pois aquele amor era muito grande e forte, verdadeiro e jamais iria ser abalado. 

   

Após esse  fato fui outras vezes ao Maracanã em clássicos do Vasco x Flamengo,  mesmo estado do lado do “Freguês”, meus olhos brilhavam a cada gol do meu Flamengo. Meu pai me olhava dizendo: “Me respeite, sou seu Pai e você tem que ser vascaína”. E foi assim que passei minha infância e juventude, vendo o meu FLAMENGO sempre como herói, mas tendo que calar o grito e a vontade louca de gritar: “ Vai pra cima deles Mengão!” Hoje, meu pai já não esta entre nós, e após quase um ano de sua partida, decidir finalmente  assumir o meu coração RUBRO NEGRO.  

Pai, você me ensinou a amar sempre as melhores coisas da vida, e foi por insistir tanto que eu fosse vascaína, que o senhor me ensinou a amar tanto o FLAMENGO… Espero que  me perdoe. “Te Amo Meu Eterno Freguês”  De sua filha rebelde e de bom gosto.

Ser FLAMENGUISTA em uma família VASCAINA, é a maior prova de AMOR.  

Carla Verônica

É isso aí, flamengada. Bela história da Carla, não é? E você, quer mostrar como se tornou mais um integrante desta Nação maravilhosa? Escreva para nós, envie sua história para paixao@magiarubronegra.com.br e conte ao mundo inteiro a alegria de ser rubro-negro! 

Magia Neles!
EQUIPE Magia Rubro Negra
paixao@magiarubronegra.com.br
Twitter: @magiarubronegra